Estágios da Síndrome de Asherman

Estágio 1 - Diagnóstico

Noemalmente feito pelo ginecologista quando ocorrem problemas como a ausência da menstruação ou dores abdominais. Em alguns casos as mulheres continuam apresentando leve fluxo menstrual, mas não conseguem engravidar. O diagnóstico geralmente é feito atraves de histossalpingografia, historossonografia ou histeroscopia diagnóstica. Na maioria dos casos, o ginecologista indicará um especialista em reprodução ou em cirurgia laparoscópica. Se possível, consulte um médico que esteja na lista de Médicos classe A, os quais possuem muitos anos de experiência no tratamento de Asherman. Se não for possível, faça uma série de perguntas, sendo uma das mais importantes "quantos casos de Asherman você trata por ano?" Obtenha uma cópia dos seus relatório médico de todos os médicos que tratarem você. Faça seu trabalho antes de permitir que um médico a opere.

Estágio 2 - Tratamento

Você irá precisar de histeroscopia e, as vezes, laparoscopia para a remoção das aderências. Esta é a fase mais importante do seu tratamento. Somente um médico bem experiente em Asherman deve fazer. Proteger o seu endométrio é muito importante. Após a cirurgia você provavelmente terá um balão dentro do seu útero por 5 a 14 dias para evitar que as paredes se grudem entre si durante a fase de cicatrização. Seu médico provavelmente irá também prescrever antibioticos para evitar infecções. Observação: nem todos os médicos usam o balão. Uma vez q o balão é removido você será submetida a um tratamento com estrógeno e progesterona, e as doses depende do que seu médico recomendar. 2 a 3 meses após a cirurgia você deve ter uma histerossalpingogragia, histerossonografia ou uma histeroscopia diagnóstica para confirmar que o utero e as trompas não apresentão novas aderências. Novas cirurgias podem ser necessárias.

Estágio 3 - Vivendo com Asherman

Se você fez o tratamento e seu útero está livre das cicatrizes, seu médico lhe dará o sinal verde para engravidar. É muito importante que o útero esteja pelo menos 90% livre de aderências antes de uma gestação. Alguns dos riscos de uma gestação pós Asherman sao: Placenta previa, placenta acreta, ruptura de membranas e colo do útero incompetente. Clique aqui para mais informaçãoes <link>Riscos na Gravidez. Dando continuidade ao tratamento, seu médico provavelmente ira monitorar sua ovulação, medir a espessura do endométrio e chegar os folículos durante a ovulação. Seu médico pode sugerir a aquisição de um monitor de fertilidade para agendar concepções mais apropriadamente. Seu médico também pode considerar a administração de medicamentos, geralmente se exames de sangue indicarem algum desequilibrio hormonal. Medicações para fertilidade não são necessárias a todas a mulheres pós Asherman. Se seu médico recomendar, questione a razão e qual o melhor indicado pra você.

International Ashermans Association
visitors: 

Conditions of third party use

Contents from this website may be reprinted only under the condition that the content is credited to International Ashermans Association and a URL link i.e.  http://www.ashermans.org/ 
is included.