Joana's Story

Fui diagnosticada com sinéquias (ou adesões) uterinas em Março de 2010, depois de andar a tentar engravidar de um 2º filho há 2 anos.

As adesões terão surgido no parto da minha filha em 2005. A minha filha nasceu de cesariana, depois de 12 horas de parto sem conseguir dilatação.

Na cesariana, a médica verificou que a placenta estava muito agarrada às paredes do utero e teve que a arrancar.

Nessa altura referiu que isso poderia dificultar uma 2ª gravidez e receitou-me de imediato um tratamento hormonal (julgo que estrogenio) para regeneração do endométrio. Quando tive o 1º periodo após o parto, a mesma médica disse que o aparecimento da menstruação indicava que não haveria problema. Na altura referi que a minha menstruação era mais ligeira, ao que ela me respondeu que isso era normal após se ter um filho.

Só 3 anos mais tarde voltei a pensar nisso, quando comecei a achar que estava a demorar muito tempo a engravidar. A mesma médica referiu que eu devia andar stressada e que não podia pensar no assunto. Ao fim de 16 meses pediu-me para fazer curvas de temperatura basal e após 18 meses sem engravidar receitou-me dufine para estimulo da ovulação.

Foi nesta altura que decidi consultar um especialista na area da infertilidade. Esta 2ª médica desconfiou de imediato de consequências do 1º parto e fez-me uma série de exames. A histerossalpingografia identificou um utero que não poderia receber e fixar um ovulo e um endometrio irregular. Tentei fazer uma 1ª histeroscopia de diagnostico para se ver a extensão das sinéquias, mas tal não foi possível. A 4 de Agosto de 2010 fiz então uma histeroscopia cirurgica para remoção das sinéquias, na qual se detectou que tinha o colo do utero praticamente fechado e a parte superior direita colada. A histeroscopia permitiu recuperar a cavidade, e agora é esperar até ao fim de Setembro para saber se as adesões voltaram a formar-se ou não. Entretanto estou a tomar estradiol.

A espera é difícil, e o não saber também é difícil. Também é dificil aceder a informação e ter algumas respostas imediatas... O forum tem ajudado nisso!

International Ashermans Association
visitors: 

Conditions of third party use

Contents from this website may be reprinted only under the condition that the content is credited to International Ashermans Association and a URL link i.e.  http://www.ashermans.org/ 
is included.